Testes práticos Usina Biomecânica de Valorização de Resíduos

Apresentação de uma tecnologia Inovadora e 100% gaúcha e brasileira, destinada ao tratamento, alinhada ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos, testes da USINA BIO MECÂNICA DE VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS.

Para interessados neste assunto, que hoje é um problema para Municípios e estados, esta Tecnologia é uma solução “ambiental, técnica e financeira” para os Municípios, um tripé extremamente importante para viabilidade de instalação.

Ambiental e tecnicamente, é uma tecnologia que atende todas normas e exigências, sendo uma alternativa para eliminarmos a necessidade de lixões e aterros, sendo que o “lixo” entra na Usina, e é transformado, inicialmente, com uma grande inovação, que é o equipamento que separa, extrai a fração orgânica, a qual é por meio da tecnologia de Biogás, transformada em gás e energia, e posteriormente, sendo destinada para geração de adubo orgânico. A Fração sintética, basicamente, plásticos, papéis, tecidos… através de outro processo inovador, é transformado em produtos de interesse dos próprios Municípios, como pavers, tijolos, meios fios, canos de esgotos, palanques, entre outros, de acordo com os moldes que acompanharem o projeto. Outras alternativas para os sintéticos, que estarão secos e sem orgânicos, que estão sendo estudadas, é a utilização no asfalto e na termo-geração de energia.

Do ponto de vista financeiro, se apresenta como uma opção extremamente viável, pois além de dar uma solução ambiental muito mais adequada, ainda gera redução de custos para os Municípios, tanto nos custos mensais com deslocamento e destinação dos resíduos em aterros, como na produção de produtos para infraestrutura, e energia, à um custo inferior ao que hoje investe, sem falar que elimina o passivo ambiental futuro para os Municípios.

A Veiga, através de seu Diretor Mauro Veiga, trabalha nesse projeto a mais de 10 anos, demandando um grande investimento, o qual pode gerar esta tecnologia inovadora, e hoje patenteada, que chega como uma grande solução na forma como tratar os resíduos.

O grande desafio para este projeto, era uma Usina de maior escala para poder apresentar, e neste ano de 2020, conseguiu vencer este desafio e está em fase final de fabricação dos equipamentos, que serão destinados para Município de SC, que será o primeiro Município a ter 100% do resíduo Urbano aproveitado, processando 40 toneladas de resíduos diariamente. Como parte dos equipamentos já estão prontos e prestes a serem embarcados, a Veiga organizou nos dias 10 e 11 de novembro de 2020, uma apresentação parcial, para um seleto grupo de profissionais da área, onde tivemos: representantes políticos a nível regional e estadual, técnicos evolvidos com meio ambiente, Famurs, Consórcios Municipais, Empresas privadas administradoras de aterros, parceiros de tecnologia de Biogás, técnicos em adubos orgânicos.

Nestas datas tivemos uma prévia do que em Dezembro/20 estará em funcionamento em SC, sendo um marco, e colocando Novo Hamburgo e a Veiga Sul no centro das atenções ambientais do Brasil e Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *